Querida mamãe

Estava cuidando do Tauan e lembrei-me de você. Não pelo fato de estar cuidando dele, uma vez que sou sua mãe, faço isso sempre – mas pelo fato de trata-lo como você nunca me tratou. Faço questão de dar ao meu filho tudo que você não me deu. Meu amor, meu carinho, minha paciência minha calma. Enfim, tudo que não tive desta parte sua que se diz MÃE! Lembro-me de quando eu a questionava sobre isso, e você teimava em afirmar que nunca me faltou com tais sentimentos. Mas como? Como eu não me lembro de nenhum ato de carinho, nenhuma palavra de amor ou de apoio vinda de você? Acho que talvez seja por isso que tenha sido quem eu fui. – FUI, por que com a vida aprendi a não deixar que me fizessem – Joguei minha adolescência   nos braços de outras coisas como drogas, bebidas, e até dos riscos da madrugada. A esmo, a procura de quem me desse o que eu precisava mais do que qualquer outra coisa: afeto de mãe. Mas Eu agradeço por todas essas rejeições que tive de você. Isso só me fez crescer  e ver que uma MÃE de verdade não dá só comida, remédio ou porrada. Que uma mãe, dá sim, isso e muito mais que podem influenciar no crescimento de uma criança. E não quero que meu filho, como eu, vá procurar em outras coisas o que eu, bem perto dele, posso dar de todo meu coração. Obrigada por ter sido essa escola de como é ruim não ter o que precisamos.

Sua filha, Any

Anúncios

10 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Juliane Bastos
    mar 30, 2011 @ 17:00:43

    Seu blog tá cada vez melhor, adoro suas palavras. parabéns :*

    Resposta

  2. Jéss
    mar 30, 2011 @ 21:22:12

    Nossa, bem profundo tudo isso que você escreveu, passou uma ideia da realidade que geralmente nos cerca. Estou torcendo por ti.
    Ahh amr, gostaria de te avisar para dar uma revisada na carta, que vi que é para o Bloínques, é que possui alguns errinhos de ortografia.
    Parabéns pelo blog *-*

    Resposta

  3. Raíla
    mar 30, 2011 @ 21:53:28

    Que foda. Espero que seja fictício ‘-‘

    Resposta

  4. Julie Duarte
    mar 30, 2011 @ 21:53:54

    Ai que triste :/ Ainda bem que minha mãe é boa pra mim. Não faz tudo que quero, mas é boa. Quando fico com raiva dela, penso em quem não tem uma mãe, ou tem e não ganha carinho ou atenção.
    Seu texto é lindo mesmo, adorei!
    Ah, e tem vagas abertas pra equipe do blog, confere lá!

    Resposta

  5. Jaynne
    abr 03, 2011 @ 23:07:59

    Que ácida essa carta, remete um passado doloroso de forma tão calma, que chegou a confundir os meus sentidos. Pois bem, nem sempre encontramos o amor nas pessoas que mais convivemos. Amar, não é só colocar no mundo, mas sim conquistar cada pedaçinho do nosso coração.

    Grande beijo;

    Resposta

  6. Murillo (amigo da Bruna)
    abr 04, 2011 @ 00:03:21

    Oiie, tô comentando em nome da Bruh.
    Seu texto é bem triste. Me comoveu bastante. Sinto muito por você não ter tido o carinho que merece. O seu filho com certeza vai ter esse carinho, espero.
    Parabéns pelo blog.

    Resposta

  7. Stella
    abr 04, 2011 @ 13:52:12

    Ual! Espero que seja ficticio também!
    Muito lindo cara, PERFEITO! Acho que um dos seus melhores textos, é.
    Realmente e duro, muito duro quando agente só recebe porrada de alguém que agente mais ama, ai depois, temos que aprender tudo aquilo que dveriamos ter aprendido com a mãe a força, com dor, adorei.
    http://stes3.blogspot.com/

    Resposta

  8. Barbara Nonato
    abr 04, 2011 @ 13:53:41

    Triste, mas infelizmente é a realidade de muitos.
    Difícil superar, porém necessário!

    Resposta

  9. leesh
    abr 04, 2011 @ 17:04:28

    Cara, você falou tudo. O texto é liiindo e claro, já passei por isso e conheço muiito bem essa situação. As escolhas delas me deixaram marcas que o tempo não fez questão de apagar e que aos poucos me destruiu.
    Besos, Flor *-*
    http://cleanaiir.blogspot.com

    Resposta

  10. Haydee Cerantola
    abr 04, 2011 @ 23:04:05

    Demaisssss..
    Um soco no estômago.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: