Mesmo com tudo que aprendemos com a convivência, teimamos em não exercer  o que aprendemos.  -Não troque o certo pelo duvidoso!, A mentira tem perna curta – entre outras lições que tivemos mas todos aqueles amores foram como  matérias da escola  nas nossas vidas que sempre e sempre vamos ter que lembrar durante a jornada. Mesmo tendo terminado, sempre vão estar lá para nos

atormentar, e nas noites mais escuras e solitárias pensamos se deveríamos ter nos dedicado mais aquele amor, como sería se estivéssemos com fulano ao em ves  de beltrano. Se deixamos algum assunto inacabado.E mesmo lutando contra a lembrança, ela sempre aparece nos martirizando e nos culpando mas valeu a pena ser reprovado ou aprovado nessas matérias da vida. Quem nunca ficou feliz por ser reprovado em História e repassar a lição com aquele professor lindo ou aquela professora gostosa? Então, na vida também é assim. Repassamos os amores mau-vividos com pessoas melhores. Claro! Sempre há AQUELA saudade! Mas não nos torturemos! é uma saudade gostosa, não da pessoa, mas talvez da companhia e da cumplicidade que você criou com tal. Lembre e lembre muuuuito enquanto você puder ter o controle absoluto e exclusivo da sua mente e do seu coração não deixe que te tirem as lembranças! Afinal, relembrar é viver!!!

Anúncios